Laércio está preso no Paraná

TV Globo/Divulgação Laércio está preso no Paraná

O Ministério Público do Paraná (MP-PR) denunciou à Justiça o ex-BBB Láercio de Moura pelos crimes de estupro, fornecimento e tráfico de drogas. A soma das penas pode resultar em até 68 anos de prisão, o que significaria para o “barba azul” passar o resto da vida na cadeia.

Segundo o jornal Extra, a polícia encontrou provas em computadores, pen drives e celulares que incriminam o designer de tatuagens em cada um dos crimes. As informações serão incluídas no inquérito concluído pela delegada Daniela Andrade, do Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente.

Laércio de Moura foi preso em sua casa, no Paraná, no dia 15 de maio, acusado de praticar estupro de vulnerável e comprar bebidas para uma adolescente de apenas 13 anos. Atualmente, ele está em uma cela com outros cinco presos acusados do mesmo crime. Até o momento, nenhuma denúncia de maus-tratos foi feita pelo ex-brother ou seus advogados.

A investigação contra Laércio, que chegou a ser chamado de pedófilo por Ana Paula quando estava no BBB16, já dura três meses, desde sua saída do reality da Globo. O gancho para a suspeita foi o depoimento do paranaense dentro da casa, que disse ter se relacionado com jovens de 17, 18 e 20 anos. Ele tem 53 anos.

Sem mais artigos