Em entrevista para o programa Provocações, de Antônio Abujamra, Rita Cadillac fez revelações de seu passado. Após ter o pai morto, ser abandonada pela mãe e ter que criar um filho sozinha, a ex-chacrete só viu uma opção: “Meu marido tinha sido preso e eu me separei. Como não sabia fazer nada, só dançar, fui ser garota de programa”, revelou.

Sobre o filme pornô que fez depois dos 50 anos, Rita conta com sinceridade que realizou por necessidade e foi um trabalho difícil. “Aqui no Brasil, o passado não se faz presente, ninguém respeita. Foi por dinheiro mesmo. Fiz 20 cenas, que a produtora poderá fazer 200, 300 filmes.”

A dançarina ainda revelou que, para fazer as cenas de sexo, tinha que beber umas três ou quatro garrafas de champanhe sozinha. “Já fiz muita chanchada, sabe? Eu achei que fosse mais ou menos aquilo. Mas quando o diretor falou: ‘Rita, agora vamos começar as cenas de sexo’, a ficha caiu. Desci ao fundo do poço, ao submundo da Terra.”

O programa vai ao ar nesta terça-feira (26), às 23h, no canal Cultura.

Sem mais artigos