Intérprete do personagem Pedro na novela Insensato Coração na TV Globo, o ator Eriberto Leão e sua mulher, Andréa Leal, decidiram preservar as células-tronco do sangue umbilical de seu primeiro filho, João, que nascerá em breve na cidade do Rio de Janeiro.

As células-tronco coletadas do sangue do cordão umbilical são consideradas o maior patrimônio genético de uma pessoa e pode chegar a curar mais de 80 tipos de doenças, como anemia e leucemia, além de outros tipos de câncer.

Stella, filha de Letícia Spiller, e Pedro, filho de Juliana Paes, também já têm o material genético criopreservado.

Eriberto Leão decide preservar as células-tronco de seu 1º filho

Sem mais artigos