Em entrevista concedida à jornalista Patrícia Kogut, do jornal O Globo, nesta segunda-feira (24), a atriz Carolinie Figueiredo falou que não vê a hora de ver o rostinho da primeira filha, Bruna, fruto de seu relacionamento com o diretor Guga Coelho.

A artista acaba de entrar da 38ª semana de gestação. “Eu estou explodindo”, brincou. “O quarto já está pronto e eu também já arrumei a malinha da maternidade. Agora é só esperar pela hora dela”, avisou.

Depois de passar por um susto aos sete meses de gestação – ela sentiu cólicas e precisou fazer repouso absoluto para não dar à luz prematuramente -, a artista admitiu sua ansiedade.

“Venho tentando ficar tranquila, mas estou meio insegura em relação à hora do parto. Que dor é esta que dizem que a gente sente? Qual será o meu limite? O limite do bebê?”, questionou a jovem, que vai tentar um parto normal e humanizado [método que a mãe é a personagem mais atuante no nascimento do filho do que obstetra, ele fica mais como um observador].

Carolinie e o marido têm conversado bastante sobre o assunto com a professora de ioga Angela Mattos, que acompanhou de perto a gravidez da atriz. A futura mamãe quer que o parceiro corte o cordão umbilical da filha e deseja amamentar a herdeira logo após o nascimento. “Quero que seja um momento especial e transformador pra nós três. E sinto que será mesmo”, declarou.

Com a gravidez, Figueiredo engordou muito mais que gostaria. “Quando vi que já tinha engordado aquilo tudo, parei de me pesar. Mas estou me achando linda e me sentindo superbem. Continuo ativa e flexível”, garantiu.

Sem mais artigos