Juliana Brandão, de 26 anos, a participante rebelde da quinta edição do BBB (aquela que tinha Jean Wyllys e Grazi Massafera); deixou a revolta de lado, virou fotógrafa, se casou e tem uma filha, Maria, de dois meses. A Ex-BBB deu deu uma entrevista ao jornal Extra, publicada neste domingo (24).

Lembrada por seu visual composto por mechas rosas nos cabelos, tatuagens e piercings; a participante, com então 18 anos, foi logo eliminada no primeiro paredão, após revelar um esquema de combinação de votos, que dividiu a casa.

“Tinha apenas 18 anos, era uma menina da roça e nunca havia assistido ao programa (…) Quando eu era adolescente, queria ser atriz, mas entrei no programa mesmo para curar minha mãe [que possui uma doença na pele]”, disse a capixaba ao jornal, que acabou não sendo atriz nem recebendo o sonhado prêmio de um milhão de reais.

Após o reality, Juliana viveu um tempo no Rio de Janeiro, mas não gostou da carreira de ex-BBB: “Vi que aquele mundo não era para mim. Tudo o que eu queria era me afastar”. A garota ainda morou em São Paulo, onde estudou fotografia e namorou o ex-Chiquititas Pierre Bittencourt.

Com o fim de seu relacionamento com Pierre, a já fotógrafa voltou a Vitória, sua cidade Natal, onde conheceu o empresário Diogo, com quem é casada há três anos: “Muita gente pergunta porque eu não uso o nome do programa no meus negócio [um estúdio de fotografia especializado em books infantis]. Não acho legal. Não me arrependo de ter participado do ‘BBB’, mas o programa não me deu nada. Sempre trabalhei por conta própria e tudo que consegui foi por mim mesma (…) Não sou mais aquela menininha hardcore e roqueira, como fiquei tachada. Hoje eu tenho um estilo light e mãe (risos)”.


Sem mais artigos