Fernanda Tavares parece não concordar com a declaração dada por Gisele Bündchen, que afirmou ser a favor do aborto. Grávida de cinco meses do ator Murilo Rosa, Fernanda se diz completamente contra a prática, que considera uma agressão. As informações são da coluna de Mônica Bergamo, no jornal Folha de S. Paulo. "Com um mês, a criança já tem coração. É absurdo qualquer mulher, por mais independente que seja, defender o aborto. Estamos falando de outra vida", defende.

O problema é que Gisele teria classificado como "quase nada" um feto de até quatro meses. Além disso, a ex- de DiCaprio opinou em entrevista à Folha de S. Paulo que uma mulher deve ter o direito de fazer o que bem entende com seu corpo. 

A "treta fashion" rola solta!

Mais:

A grávida Fernanda Tavares atua em campanha do bem!

Sem mais artigos