Fernanda Vasconcellos se despede esta semana de sua sexta mocinha na TV, a Malu da novela Sangue Bom, da TV Globo, que termina nesta sexta-feira (1º). Em entrevista para o jornal Extra, deste domingo (27), ela comentou sua personagem.

“Tento ser como a Malu. Queria conhecer mais pessoas assim. Está cada vez mais difícil. A maioria dos personagens se aproxima e se distancia de mim. O que busco é tentar entender quem são eles e quem sou eu. Mas, às vezes, pego carona nas suas fraquezas e forças. Com a Malu é assim. Ela é muito corajosa. Não a acho só doce e meiga”, disse a atriz.

Apesar de não ligar em ter apenas mocinhas no currículo, ela citou o que deseja em um novo trabalho: “Torço para que minha próxima personagem não seja rotulada. Quero trabalhar as nuances de qualquer personagem. Ele pode ser muito doce, mas também invejoso e perverso. Se limito meu papel a um rótulo, diminuo o meu trabalho”.

Ela estreou na TV como Betina em Malhação (2005) e, na época, foi duramente criticada, fazendo com que pensasse em desistir de atuar. “No começo da carreira a novidade é muito confusa. Você não sabe o que está te desestabilizando. Fiz muito bem em ter tido coragem (para continuar). Essa profissão te exige muito isso. Às vezes você lida com situações em que se expõe tão internamente que fica triste com algo que te dizem”, contou Fernanda.

Na trama de Vincent Villari e Maria Adelaide Amaral, Malu ainda não definiu para quem vai entregar seu coração, tendo Bento (Marco Pigossi) e Maurício (Jayme Matarazzo) na concorrência. Já na vida real, ela sabe o que quer e namora o ator e apresentador Cássio Reis.

Há sete meses juntos, Fernanda não tem pressa quando o assunto é dividir o lar com seu amor: “As coisas vão acontecendo naturalmente. A gente ainda não pensa em viver junto”.

Sem mais artigos