Quando eu era pequeno ainda tinha gente que duvidava da morte de Elvis. Agora tem gente ganhando uma nota preta por causa da morte do cantor. Utensílios usados durante a autópsia do Rei do Rock, como luvas de borracha, fórceps e ganchos de aneurisma estão entre os itens leiloados e devem chegar a R$ 24,6 mil.

O leilão, que está sendo visto por parte da imprensa como “o mais horripilante da história do rock”, inclui o cabide em que ficou pendurado o terno com que Elvis foi enterrado, etiquetas, relatórios da sala de preparação, e até um recibo do caixão.

Os instrumentos da preparação são ainda mais macabros, com seringas tubos, ganchos e bisturis. A casa de leilões Leslie Hindman ressalta que o material foi usado uma única vez – só no cadáver de Elvis Presley.

Belíssimo exemplar de luvas amarelas e seringa que tocaram o cadáver de Elvis. Belíssimo? (Foto: Reprodução/Guardian)

Belíssimo exemplar de luvas amarelas e seringa que tocaram o cadáver de Elvis. Belíssimo? (Foto: Reprodução/Guardian)

Os apetrechos estão disponíveis agora porque um embalsamador da Memphis Funeral Home guardou os apetrechos de 1977 até agora para lucrar em cima da morte do finado Presley.

Os itens serão vendidos em dois lotes e devem arrecadar, juntos, um total de 10 mil a 14 mil dólares. Memorabilia do cantor estão bem cotadas no mercado de leilões. No ano passado um simples chumaço de cabelo foi arrematado por US$ 18,3 mil. Vai entender.

Sem mais artigos