José Loreto, de 28 anos, está fazendo sucesso com o público feminino, na novela Avenida Brasil, em que vive o personagem Darkson. Em entrevista para o jornal O Dia deste domingo (01), ele falou sobre como lida com o assédio do público.

Para poder ficar em paz com a namorada Fernanda Pires, ele dá seu jeito: “Estou levando numa boa, vida normal como sempre, mas evito ir a shopping em horário de rush. Senão, não consigo ficar tranquilo com ela em lugar cheio”.

Mas ela diminuiu a intensidade do resultado de sua fama ao se comparar ao atacante do Santos: “Longe de ser uma reclamação! Fico imaginando o Neymar, coitado! Sou um cabeça de bagre reserva da terceira divisão perto do assédio que ele tem”.

Seu personagem na trama de João Emanuel Carneiro já se envolveu com a periguete Suelen (Isis Valverde). Na vida real, o ator revelou que já teve experiências de infidelidade: “Eram os primeiros namoros. Já traí e fui traído também. Tive uma confirmação quando encontrei uma namorada num bar com o amigo de um amigo meu. Sofri na hora, mas não fiz barraco e fui embora. Quando ela fez contato comigo, desabafei. Ela era um pouco Suelen”.

Na novela, Darkon é pago por Leleco (Marcos Caruso) para fazer testes de fidelidade com Tessália (Débora Nascimento), mas isso tem despertado uma vontade no público: “O povo quer mais é que Leleco seja corno. Quase 99% torcem para que Darkson se dê bem com ela”.

José Loreto, o Darkson de Avenida Brasil, diz: "O povo quer mais é que Leleco seja corno"

Sem mais artigos