Simon Coweel, o jurado mais chato de American Idol, quem diria, elogiou Paris Hilton. Segundo o site Oh No They Didn’t, o britânico acredita que a paricinha é uma sobrevivente.
"Eu sinto um pouco pela Paris, para ser honesto. Não acho que ela mereça ir para a cadeia. Mas ela é uma sobrevivente", defendeu o jurado. Sobrevivente do que exatamente ele não disse. Seria de baladas e ressacas de proporções gigantescas?
Coweel é também um dos grandes empresários da indústria fonográfica americana. Talvez seja baseado em sua longa experiência no ramo que ele afirmou que a carreira de Paris está salvo. Ele provavelmente estava se referindo à carreira de cantora da herdeira. Mas vai saber! Pode ser também a carreira de atriz, de modelo, de escritora, de marca de perfume… são tantas alternativas.
O jurado ainda disse que não a condena por dirigir alcoolizada e depois quebrar a liberdade condicional por ser pega atrás do volante sem permissão. "Ela sabe que cometeu um erro, mas existem coisas piores", disse. E ainda convidou: "ela pode ficar comigo nestes 45 dias".
A  justiça da Califórnia não vai aceitar essa mudança de locação. Mas talvez dê  para negociar um jeito para que mal-humorado divida a cela com a socialite. Será que ele iria gostar disso?

 Mais:

Paris Hilton vai escrever "diário do cárcere"

Sem mais artigos