Luma de Oliveira ficou conhecida internacionalmente como “a” rainha de bateria de uma escola de samba. Em entrevista para o colunista Leo Dias, do jornal O Dia, nesta sexta-feira (24), ela anuncia uma provável aposentadoria do posto. “Não faço planos a longo prazo, mas acho que a vida é feita de fases. E talvez a minha fase de rainha tenha acabado. Afinal, eu fui enredo de uma escola de samba, a primeira a ser fundada no País [a Estácio de Sá este ano homenageou a modelo]”, diz a ex-mulher de Eike Batista.

E completa: “Olha quantos louros eu já recebi como rainha. Meu último ano como rainha, na Portela, foi incrível, e se for para encerrar, que seja daquela maneira”.

A bela aproveita para fazer um apelo a Eduardo Paes, prefeito do Rio de Janeiro. “Acho que o ele deveria ficar mais de olho no Grupo de Acesso. Ele que gosta tanto de Carnaval… Desde o início de 2011, antes da escolha do enredo das escolas, todo mundo ouvia dizer que a Inocentes [de Belford Roxo] já era apontada como favorita. Como assim? E, além do mais, no ano passado a Renascer [de Jacarepaguá] subiu. Todo mundo sabe que o vice-presidente da Lesga era da Renascer”.

Luma de Oliveira declara: "Talvez a minha fase de rainha da bateria tenha acabado"

Sem mais artigos