Na noite desta quarta-feira (10), Walcyr Carrasco botou um
ponto final no destino, até então incerto, dos cabelos ruivos de Marina Ruy
Barbosa
. Pelo Twitter, ele afirmou: “Amigos, tomei uma decisão: Depois de
tantos pedidos, não vou mais raspar a cabeça da Marina Ruy Barbosa. A história
vai ficar linda, me aguardem”. Entretanto, outras atrizes não saíram tão ilesas
da dramaturgia e perderam seus cabelos em nome da arte.

Carolina Dieckmann marcou a telenovela brasileira ao raspar
seus cabelos no folhetim Laços de Família, em 2000. A atriz interpretou Camila, que está com leucemia,
e tem suas madeixas cortadas enquanto tocava a música Love by Grace, de Lara
Fabian
, que era tema do casal que ela formava com Reynaldo Giannechini (Edu).

Mais recente, Rachel Ripani passou pela mesma transformação
em uma novela de Walcyr Carrasco que, desta vez, não perdoou os cabelos da atriz.
O ano era 2009 e o folhetim Caras & Bocas. Na trama, ela era Tatiana, jovem em
tratamento contra câncer de mama.

O cinema também serviu de palco para algumas atrizes
perderem seus cabelos. A brasileira Camila Morgado foi uma delas e, em 2004, raspou
a cabeça para o filme Olga, dirigido por Jayme Monjardim. No longa, Olga Benário é capturada, durante a
Segunda Guerra Mundial, e levada a um campo de concentração, onde tem sua
cabeça raspada e tem seu fim em uma câmara de gás.

A sensual Demi Moore também teve seus cabelos cortados no
filme Até o Limite da Honra, de 1997. E a mais recente é Charlize Theron. A atriz ficou careca para o filme
Mad Max: Fury Road
. As gravações já acabaram, mas o longa só deve estrear em
2014.

Confira a galeria acima com essas e outras atrizes que
ficaram carecas em nome da arte.

Sem mais artigos