O sambista Martinho da Vila parece não ter gostado da escolha de Sabrina Sato para o posto de rainha de bateria da escola de samba Unidos de Vila Isabel, para representar os ritmistas no carnaval do Rio de Janeiro, em 2011. Presidente de honra da agremiação, ele comparou as rainhas de bateria com jogadores de futebol.

“Hoje a rainha de bateria é apenas uma atração. As escolas de samba não têm mais rainhas de bateria. São pessoas que atuam que nem jogadores de futebol: aonde colocar, joga”, declarou ele na noite desta terça-feira (23), durante o Prêmio da Música Digital, realizado no Leblon, Zona Sul carioca. As informações são do site Ego.

Confira a entrevista exclusiva com Sabrina Sato que nos contou como é a responsabilidade de se tornar uma rainha de bateria.

Martinho da Vila se mostra insatisfeito com Sabrina Sato como rainha de bateria

Sem mais artigos