Monica Iozzi resolveu parar de usar o Facebook. Na madrugada desta quarta-feira (20), a atriz e apresentadora fez um texto para explicar sua decisão, dizendo que quer aproveitar melhor sua vida pessoal.

“Venho pensando nisso há um bom tempo e agora tenho certeza de que esta é uma decisão acertada. Quero mais tempo longe das telas (celular, computador, TV). Quero interagir diretamente com as pessoas. Quero ler mais livros, mais jornais, ir mais ao teatro, curtir mais minhas cachorrinhas, estudar mais, ver mais filmes, estar mais com meus amigos, com a minha família, com meu namorado, quero me informar melhor. E sim, estar ativa em várias redes sociais estava me tirando tudo isso”, explicou.

Em seu texto de despedida, Iozzi também questionou a eficácia das redes sociais na abordagem de temas sociais. “Também tenho refletido bastante sobre a eficácia e o alcance das discussões sobre política aqui no Facebook. Textões, fake news, discursos de ódio, algoritmos, vazamento de dados, censura, etc, etc, etc. Tudo demanda tanto da nossa energia, do nosso tempo… e pra que? Estamos mesmo construindo algo bom com isso tudo? O diálogo está mesmo acontecendo ou estamos apenas falando mais do mesmo para a nossa bolha?”, questionou.

Por fim, a atriz, que também não possui mais conta no Twitter, convidou os fãs para seguirem seu perfil no Instagram, que permanece ativo. “Sigo tentando me entender nestes novos tempos. Talvez tudo mude daqui a pouquinho. Por ora, isso me parece o melhor.”

Iozzi deixa o Facebook com mais de 18 milhões de seguidores em sua conta oficial. O texto da atriz teve mais de 16 mil curtidas e 175 compartilhamentos.

Em suas redes sociais, Monica costuma se posicionar contrária às ideias do presidente Jair Bolsonaro, e também as usa para divulgar trabalhos e momentos de sua vida pessoal.

O 'Vídeo Show' já foi apresentado por diversas celebridades; confira

A atriz foi a primeira apresentadora do 'Vídeo Show'. Ela comandou o programa em 1983, quando tinha 22 anos de idade.
A partir de 84, o programa passou a operar em um sistema de rodízio entre apresentadores. Naquele período, os atores Paulo Betti e Miriam Rios apresentaram o 'Vídeo Show' por 1 ano e meio.
Malu foi outra atriz que apresentou o 'Vídeo Show' várias vezes entre os anos de 83 e 87.
Tas esteve à frente do 'Vídeo Show' por um mês em 1987. Na época, ele interpetava o personagem Cabeça Branca no programa.
Miguel Falabella assumiu o comando do 'Vídeo Show' em agosto de 1987 e lá ficou por 14 anos!
Após fazer sucesso como repórter e locutora do programa, Cissa Guimarães passou a revezar a apresentação do 'Vídeo Show' com Miguel Falabella em 1995.
O ator comandou a atração entre 1997 e 1999.
Depois de brilhar como Mocotó em 'Malhação', André Marques alcançou o posto de apresentador do 'Vídeo Show'. Ele esteve à frente do programa entre 2001 e 2013!
Ana Furtado começou a trabalhar como repórter no 'Vídeo Show' e em 2011 passou a dividir o comando da atração com André Marques.
Em 2009, o 'Vídeo Show' ganhou mais dois apresentadores: os atores Fiorella Mattheis e Luigi Baricelli.
Ainda em 2009, o comando do programa passou a ser dividido por André Marques, Angélica, Ana Furtado, Geovanna Tominaga, Fiorella Mattheis e Luigi Barricelli.
O jornalista deixou o 'Fantástico' para apresentar a nova versão do 'Vídeo Show' no finalzinho de 2013. O público não aprovou Zeca como apresentador e a atração virou fracasso de audiência.
Em abril de 2015, Monica Iozzi estreou como apresentadora do 'Vídeo show' ao lado de Otaviano Costa, que ainda permanece na atração. Durante os 10 meses em que ela esteve à frente da bancada, a espontaneidade da atriz fez a audiência do programa dobrar. Muitos fãs lamentam a saída de Monica do 'Vídeo Show' até hoje.

 

 

Monica Iozzi deixa o Facebook: "Demanda tanto da nossa energia"

Sem mais artigos