Claudia Leitte

Mesmo com o Teleton 2018 tendo ultrapassou a meta dos R$ 30 milhões, o episódio machista envolvendo Silvio Santos com Claudia Leitte deixou uma mácula. Claudia foi para as redes sociais nesta segunda (12) e desabafou:

“Quando passamos por episódios desse tipo, vemos em exemplificação, o que acontece com muitas mulheres todos os dias, em muitos lugares. Isso é desenfreado, cruel, nos fere e nos dá medo”, afirmou.

Claudia Leitte estava com um vestido rosa acima da altura do joelho e esclareceu que isso não é argumento: “Definitivamente a culpa não é do que estamos usando. A culpa é dessa atitude constrangedora e de dois pesos e duas medidas. Somos livres! Eu, como cantora, ciente do meu papel e da responsabilidade que carrego, sentia que precisava dizer isso a vocês, meus fãs, e a todas as pessoas, em especial às mulheres, que longe do olhar público sofrem todos os dias.”

O que Silvio disse 

Durante entrevista, Silvio Santos falou que não abraçaria a cantora: “esse negócio de ficar dando abraço me excita e eu não gosto de ficar excitado”. “No sentido feliz da palavra, né? De alegria, euforia, excitação”, tentou contornar Claudia. Mas o apresentador insistiu: “Não, não é euforia, não. É excitação mesmo”.

O evento beneficente foi criado para ajudar crianças da AACD — Associação de Assistência à Criança Deficiente. Em um período de 24 horas, artistas doam seus cachês para pedir doações durante programação ao vivo no SBT.

'Mulheres sofrem todo dia', diz Claudia Leitte após machismo de Silvio Santos

Sem mais artigos