O nome, Bernardo Mendes, de 26 anos, e a aparência atual podem não ajudar muito, mas é só olhar para o rosto à direita da foto acima para se lembrar de quem era o ator que interpretava o personagem Bodão na temporada de 2008 de Malhação. Com participações esporádicas na TV desde então, Mendes se enveredou pelo ativismo político através da pichação e já foi até parar na delegacia por conta disso. Em declaração dada ao site do jornal O Globo, o ator que fará um papel na série Dupla Identidade, de Glória Perez, que estreia em setembro, falou sobre sua relação com o picho.

“A origem da pichação é política. Tudo o que é considerado crime hoje tem grande chance de virar poesia no futuro, como o grafite”, afirmou o ator que assina suas intervenções urbanas sob as iniciais B M, e que já pichou o muro do Jockey Club, no Rio de Janeiro.

As suas obras espalhadas na cidade acabaram lhe levando à delegacia, onde foi autuado pelo crime de depredação de patrimônio público, uma vez em que foi flagrado por um taxista enquanto pichava o muro do cemitério São João Batista, também no Rio de Janeiro.

“Eu me irritei e entrei no táxi dele e fomos para a delegacia de Copacabana. Comecei a falar para o delegado que ter ou não polícia não adianta nada. Não vão me intimidar. Não me preocupo com a ficha criminal, mas minha mãe se preocupou bastante. No dia em que meu avô estiver lá, vou pichar o muro todo e ninguém poderá me impedir”, afirmou o ator ao contar o caso.

Sem mais artigos