Suzana Pires falou sobre a preparação para sua personagem, a prostituta Glorinha, no remake de Gabriela, que estreia no próximo dia 18 na Globo, em entrevista para o jornal Diário de São Paulo, desta segunda-feira (04).

A atriz contou como foi o laboratório que realizou para compor a personagem: “Há duas semanas, fui a uma casa de prostituição e conversei com as meninas de lá. Eu vi dignidade em todas elas. Só achei chocante a praticidade como elas lidam com o sexo. Eu fui muito bem recebida, mas tomei um susto. Elas começaram a perguntar como era o meu corpo e a olharem o meu sutiã. Eu fiquei assustada. Eu estava ali, crua e de rabo de cavalo e só observando (risos)”.

Questionada sobre se achar sensual, Suzana respondeu: “Não me acho não. Isso não entra em pauta na minha vida cotidiana. Mas se a personagem precisa, meu corpo está à disposição para encontrar a tal sensualidade”.

Sem mais artigos