A pia do banheiro de Kim Kardashian não tem bacia e a internet não está sabendo lidar com isso. A estrela do reality ‘Keeping Up With The Kardashians’ mostrou sua casa em vídeo da revista Vogue americana e o público não entendeu este design ultramoderno.

“Esta é a coisa mais confusa que eu já vi”, “não consigo parar de pensar sobre a pia do banheiro da Kim Kardashian” e “eu preciso saber como aquela pia funciona” foram alguns dos comentários.

O site Metro foi investigar este mistério da arquitetura e descobriu que a pia tem um leve desnível e um pequeno buraco por onde a água escorre. Ufa!

Kim Kardashian e o rapper Kanye West compraram a mansão, que fica em Los Angeles, em 2014 por US$ 20 milhões (aproximadamente R$ 469 milhões). Depois de uma imensa reforma, se mudaram para o local com os três filhos: North, de 5 anos, Saint, de 3, e Chicago, de 1.

Decoração escandinava: veja como copiar

O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.
O design escandinavo, que veio da Suécia, Finlândia e Noruega, é reconhecido pela simplicidade e conforto, além de usar materiais naturais, não abusar da ornamentação e apostar em móveis maiores, mas em menos quantidade. “Esta decoração simples é atemporal, contemporânea e fácil de reproduzir, então as pessoas se encantaram e assumiram o design escandinavo. Além do espaço mais neutro fazer com que os moradores se identifiquem e sintam-se confortáveis e acolhidos”, explica a arquiteta Barbara Jalles.

Pia do banheiro de Kim Kardashian não tem bacia e web não entende nada

Sem mais artigos