No Brasil para divulgar o filme Heleno, que tem estreia prevista para o próximo dia 30, Rodrigo Santoro falou sobre seus trabalhos, em entrevista para a revista Rolling Stone Brasil, deste mês de março.

Aos 36 anos e prestes a completar dez anos de carreira internacional, o ator disse não ligar mais para as críticas: “O foco está no que estou fazendo. A opinião pública é algo incontrolável. Minha sensação interna é muito boa. Muita satisfação e gratidão. Nunca pensei em ter oportunidades tão interessantes. Estou tentando aproveitá-las, aprender com elas”.

Além da produção de José Henrique Fonseca, ele também irá estrear mais três longas ainda neste ano de 2012: O Que Esperar Quando Você Está Esperando, Hemingway & Gellhorn e Last Stand, todos rodados lá fora.

No último filme citado, ele teve a oportunidade de contracenar com o ator Arnold Schwarzenegger: “Foi uma diversão. Fora que, porra, uma sensação de estar na Tela Quente. Foi ícone para mim, na minha adolescência. Ele foi muito bacana, generoso, supertranquilão. Eu curti”.

Na TV brasileira, ele estará em A Indomável do Ceará, episódio da série As Brasileiras, da Globo. Mas Santoro deixa claro que não pretende voltar para às novelas tão cedo: “Por enquanto, não. Sigo minha estrada do jeito que ela está”.

Sem mais artigos