A participação dos brasileiros na semana de moda de Nova York foi encerrada com o desfile da Rosa Chá. O estilista Amir Slama apresentou sua coleção inspirada no surrealismo e no dadaísmo.

Slama afirmou que é uma mistura entre história, moda e conduta, sendo a tropicália o pano de fundo. As características da linha são as cores, os tecidos e os adornos.

Os biquínis e maiôs aparecem em formas geométricas e com aplicações em metal, peças acrílicas e miçangas. Essa foi uma forma de fazer alusão ao aparente caos do dadaísmo.

Os tecidos usados foram diversificados, indo desde o convencional até telas metálicas, chips ou fibra óptica.

Mais:

Veja fotos do desfile

Sem mais artigos