Clint Eastwood manja tudo de preconceito

Divulgação Clint Eastwood manja tudo de preconceito

Clint Eastwood é rico, bem-sucedido, hétero e branco. Ou seja, ele com certeza sabe o que é sofrer com racismo, homofobia e machismo para querer definir o quanto uma pessoa alvo desses discursos de ódio deve se sentir incomodada com eles.

Em entrevista concedida a uma revista nos Estados Unidos, o lendário cineasta se disse cansado do “politicamente correto” e também que Donald Trump, candidato à presidência norte-americana pelo Partido Republicano, não é tão ruim assim. “Ele está no caminho certo, porque secretamente todo mundo está ficando cansado do politicamente correto e de bajulação”, disse ele.

“Temos agora uma geração de puxa-sacos. Estamos em uma geração de maricas. Tudo mundo está pisando em ovos”, ele completou.

Mas tem mais.

Ao falar sobre racismo, Clint desconsiderou o momento tenso vivido pelos Estados Unidos, que convive com uma média de dois negros mortos por semana pela polícia, algo muito acima para os níveis de segurança do país. Não, para ele isso é tudo frescura. “Vemos pessoas acusando outras de serem racistas e de todo o tipo de coisas. Quando eu cresci, essas coisas não eram classificadas de racistas”, afirmou.

Abaixo, nós lembramos de sete frases ditas por Trump durante sua campanha que, para Eastwood, não passam de coisinhas bobas que podemos deixar para lá.

Tranquilo

 

Racista? Que nada, pare de frescura

 

Até agora, tudo bem

 

Direito dele ser assim, né, Clintão?

 

Foi isso que ele disse sobre Carly Fiorina, sua adversária na nomeação como candidato do Partido Republicano

 

Sobre casamento gay

 

Racista? Não mesmo

 

Obrigado por abrir nossos olhos, Clint Eastwood.

Sem mais artigos