Era esperado que Chloë Sevigny desfilasse para a Ellus, mas a loira apenas integrou a primeira fila, sendo apresentada como nova garota propaganda da grife.

A beleza já anuciava que o desfile seria futurista. Terry Barber assinou o make fazendo olhos diferenciados, com sombra metálica nas pálpebras e e lápis preto nos cantos dos olhos.

O cabelo feito por Lau Neves eram naturais, presos ou soltos.

Nelson Alvarenga trouxe para a passarela como a maioria das grifes de hoje, o urbanismo mixado com o futuro, high tech, o novo. Nada do mesmo do calor de antigamente. O chic agora é se proteger do sol e das temperaturas altas com parkas, coletes e capuz.

Assim foi o desfile da Ellus que trouxe vestidos românticos de chiffon, alternados com peças mais pesadas pretas, oliva, cinzas…

O jeans, forte da grife, aparece sempre sóbrio e moderno em modelagens sempre secas.

Os destaques ficaram para os acessórios como as maxibolsas, sandálias sempre maravilhosas, as estampas que remetiam aos Beatles, mostrando que o país se encaixou mesmo na moda urbana.

Os meninos mostraram os suspensórios usados com calças sequíssimas, camisas verde militar, estampas que brincam com a guerra urbanista da coleção.

As cores foram mostradas nos looks do meio do desfile em uma cartela bem variada e muito bonita. O arco-íris é parte fundamental no verão das grifes brasileiras.

Um lindo desfile, super esperado pela presença de Cloé que fechou o desfile ao lado dos donos da Ellus mostrando que muita coisa boa vem por aí.

Mais:

Confira as fotos do desfile!

Sem mais artigos