Em entrevista descontraída ao Jornal da Tarde, na noite deste domingo (25), Padre Marcelo Rossi disse que quando era jovem não fazia “coisas erradas” e nem era “mulherengo”. “Nossa, pelo contrário. A minha namorada era ciumenta, não deixava. Mas se você usar a palavra narcisista, eu diria que sim”, afirmou ele para a publicação.

Tido como um padre celebridade, ele disse não se importar com tal rótulo. “Não tenho vergonha disso. Eu poderia tirar essa roupa, mas não. Em casa, eu me visto assim. Quando eu vou para a rua, já chamo a atenção pela altura. Todo mundo me reconhece”, declarou ele, que mede 1,95m.

Aos 44 anos, ele revelou ainda que existem algumas fãs muito “animadinhas”. “Outro dia, estava fazendo uma dedicatória quando chegou uma menina de uns 20 anos, me pedindo em casamento”. Questionado se a jovem era bonita, ele respondeu: “Morena – minhas namoradas eram loiras. Foi uma brincadeira, sem maldade. Mas, às vezes, eu vejo uma má intenção”.

Má intenção? “É que para mim o celibato não é um sacrifício, é uma oferta, tenho isso na cabeça. Eu já vivi do outro lado, sei quando uma pessoa olha com outros olhos. Eu trato bem, mas me afasto”, garantiu.

"Uma menina de 20 anos já me pediu em casamento", diz Padre Marcelo

Sem mais artigos