“Uma Sugesão, não dirija”, esse foi o conselho dado pelo juiz James Dabney a Lindsay Lohan, na audiência que ocorreu nesta segunda-feira (18), em Los Angeles. As informações são do site da CNN.

A atriz aceitou o acordo judicial que a obriga passar três meses em reabilitação para resolver acusações criminais relativas a um acidente de carro.

Lindsay havia sido condenada a prisão, mas o juiz permitiu que a pena fosse trocada pela reabilitação. A sentença de liberdade condicional da atriz se estendenderá por dois anos, com 18 meses de psicoterapia.

“É isso. Você violou sua liberdade condicional, e nós não vamos discutir para coloca-la de volta.”, disse, de forma sucinta, o juiz.

Ela foi acusada de condução negligente e de mentir para um policial sobre um acidente de carro em junho 2012, quando seu Porsche bateu em um caminhão de lixo.

'Uma sugestão, não dirija', diz juiz a Lindsay Lohan

Sem mais artigos