Nesta quinta-feira (17), Val Marchiori soltou as frangas em seu blog e aproveitou para detonar seu novo desafeto, Cozete Gomes. As duas participam da segunda temporada do Mulheres Ricas, na TV Bandeirantes.

“É claro que tem pessoas que não gostam muito quando a gente faz mais sucesso. Sempre me lembro da Cozete Gomes. Ainda tento esquecer aquela imagem dela sendo cravejada de rubis, mas não consigo”, alfineta Val sobre o último episódio do reality que a empresária fez uma espécie de pintura artística.

E continuou: “Meu Deus, o que foi aquilo? E ela diz ainda: ‘É uma pintura artística fotografada, que vai virar um quadro’. hahahaha. Ela podia pendurar na casa de shows dela em Alphaville. Acho que aí sim ela conseguiria chamar um pouco da atenção para aquele lugar. Não sei o que é pior, as roupas ou o título de ‘Globeleza do Rubi’. Pena que o nome não combina, porque de beleza….”

Ela também rebateu a crítica que Cozete fez para ela durante entrevista para o Mulheres Ricas 3.0, da Band, que diz que Val tem vergonha de seu próprio nome. “Dá até um pouco de dó a falta de originalidade. E (Cozete) fica dizendo que meu nome é cafona e que eu tinha vergonha dele”

E conclui: “Olha, eu não tenho vergonha de Valdirene. Talvez não seja muito bonito, mas tenho orgulho dele. Sou de origem simples, do interior do Paraná e me batizaram assim. Nem vou comentar sobre a origem do nome Cozete e sobre como ele ficou célebre. Deixa (o escritor romântico do século 19) Victor Hugo dizer!”. Val se refere à personagem orfã e maltratada do romance Os Miseráveis.

Sem mais artigos