Nesta quarta-feira (11), Cássio Scapin completa 49 anos de idade. Para quem não consegue ligar o nome à pessoa logo de cara, basta saber que ele é o Nino, do Castelo Rá-Tim-Bum. O seriado infantil exibido originalmente de 1994 a 1997, foi um dos maiores sucessos da TV Cultura e marcou sua geração. Aproveitando o aniversário de Scapin, o Virgula Famosos foi atrás do paradeiro de Nino e sua entourage.

Scapin, o protagonista do seriado, tinha 29 anos quando surgiu sob a alcunha de Nino, o garoto de 300 anos que não pode ir para escola por causa da idade. Depois do Castelo, o ator seguiu a sua carreira dando ênfase ao teatro, com alguns trabalhos pontuais na TV e no cinema.

Em 1998, Cássio Scapin ganhou dois prêmios, em 1998, Apetesp e Shell, pela sua atuação em Memórias Póstumas de Brás Cubas. Agora, em 2013, ele concorre novamente ao prêmio Shell, pela sua atuação em Eu Não Dava Praquilo, cujo roteiro é de sua autoria. Pelo sucesso de crítica obtido nos palcos, o ator já revelou, em entrevista ao IG realizada em novembro, que a associação de seu nome ao personagem Nino, às vezes, enche o saco. “O Castelo Rá-Tim-Bum formou algumas gerações, e por isso é bom ser lembrado por esse personagem. Mas me irrita quando retomam o Nino e batem na mesma tecla sempre que falam comigo”, disse ele.

O garoto de 300 anos podia ser o centro da trama do seriado da TV Cultura, mas suas aventuras sempre tinham a companhia do seu trio de amigos “normais”: Zequinha (Freddy Allan), Biba (Cinthya Rachel) e Pedrinho (Luciano Amaral).

Freddy Allan, de 28 anos, ficou conhecido por ser o garoto cheio de perguntas, que sempre ouvia no final “Por que sim, Zequinha”. Fora do Castelo, o ator se desvencilhou da imagem de menino certinho e caiu de vez no teatro. Na verdade, apesar da pouca idade na época, Freddy veio do teatro. Aos oito anos, ele assistiu Ham-Let no teatro Oficina. A encenação de 12 horas continha todo despudor característico da companhia de Zé Celso e deixou o garoto com mais dúvidas na cabeça que o próprio Zequinha.

Anos mais tarde, Freddy Allan integrou o elenco do Oficina, participando da saga de Os Sertões, composta de de cinco partes, encenadas originalmente entre 2000 e 2005. Hoje, ele faz parte da Mundana Companhia de teatro.  “Às vezes, estou descendo a escada de metrô e alguém fala: ‘olha o Zequinha’. E tem situações muito massas, quando as pessoas vêm conversar, me procurar no Facebook, na Internet, saberem o que estou fazendo e assistir a todas as peças que faço”, disse o ator em uma entrevista à revista Quem, em 2012.

Cinthya Rachel, de 33 anos, interpretava a personagem Biba. A atriz começou na TV aos seis anos, fazendo propaganda de suco em pó. Depois da TV Cultura, ela passou pelas emissoras TV Record, SBT e Gazeta.

Hoje, Cinthya investe na internet onde mantém seu site cinthyarachel.com, que mescla reportagens, dicas de beleza e culinária. A atriz, e agora também jornalista, também já alçou voos na literatura e prepara seu terceiro livro infantil.

Luciano Amaral, de 34 anos, é o que mais se dedicou a TV. Tanto que, quando ele entrou para o Castelo, já vinha de outro seriado da emissora, Mundo da Lua, do qual era o protagonista. Depois da TV Cultura, ele passou pelo SBT, Rede TV, e Play TV. Ao longo dos anos, ele acabou se especializando em programas sobre jogos – em 2013, Luciano foi convidado para dublar um personagem no jogo Elsword – e atualmente apresenta o MOK na Play TV.

Sem mais artigos