Ameaçado de ficar de fora do Grande Prêmio dos Estados Unidos de Fórmula 1, que será disputado neste final de semana, devido a um problema nas costas, o espanhol Fernando Alonso (Ferrari) realizou exames nesta quinta-feira (14) e foi liberado para participar da prova em Austin.

“Contente por ter o ok dos médicos e poder correr neste fim de semana. Hoje é o ultimo dia para me recuperar ao máximo e ajudar a equipe”, escreveu o próprio Alonso no Twitter.

Alonso viajou para Austin (Texas) sem estar plenamente recuperado de um problema físico ocorrido durante o GP de Abu Dhabi, há dez dias. Ao tentar ultrapassar o francês Jean-Eric Vergne (Toro Rosso), o bicampeão mundial passou pela zebra e sofreu nas costas um impacto equivalente a 28 vezes a força da gravidade.

O espanhol passou por exames pouco depois da corrida nos Emirados Árabes e nesta quinta teve que visitar os médicos da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) para receber a autorização para disputar o GP dos EUA, no Circuito das Américas. Ele recebeu o sinal verde depois de ser submetidos a vários testes no centro médico de circuito de Austin.

Sem mais artigos