O espanhol Fernando Alonso, comparou nesta quinta-feira (19) os prognósticos de uma futura relação ruim com o finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari, com os feitos antes do início da parceria com Felipe Massa, quem elogiou e também disse ter “uma boa conexão”.

Assim o bicampeão mundial respondeu as diversas afirmações de que ele e o Homem de Gelo terão problemas, inclusive “conflitos”, como já disse o próprio piloto brasileiro. Alain Prost – que viveu relação conturbada com Ayrton Senna na McLaren -, Niki Lauda e diversos analistas criticaram a formação da dupla.

“Também diziam isso quando cheguei (na Ferrari), que minha relação com Massa seria um desastre e o mesmo farão agora”, disse o espanhol.

Segundo Alonso, a Ferrari foi precisa ao contratar o campeão mundial da temporada 2007, e garantiu que comemorou a chegada do finlandês a partir do próximo ano, além de ter dado a entender que participou da decisão pelo novo companheiro.

“Quando a Ferrari decidiu que era melhor mudar para trazer nova motivação, pensamos que Kimi era a melhor opção. Acertaram com ele, portanto, fiquei feliz”, garantiu o espanhol.

Alonso admitiu que ficou “triste” pela saída de Massa, considerando que nos últimos quatro anos a escuderia viveu “quatro anos extraordinários”, desejando sorte ao futuro ex-companheiro.

“Estou certo que se encontrar um carro competitivo, que o permita lutar pelo título do Campeonato Mundial, será um rival muito forte”, garantiu o espanhol.

Sem mais artigos