A Apple anunciou nesta segunda-feira a criação do iTunes Radio, um serviço musical em streaming organizado em emissoras, e o novo iOS, o sistema operacional móvel com o qual funcionam o iPhone e o iPad.

O serviço de rádio on-line, com o qual a Apple concorrerá de forma direta com o Pandora, terá emissoras pré-estabelecidas, algumas delas especializadas em gêneros musicais, mas também permitirá que os usuários encontrem as suas a partir de seus gostos.

A Apple realizou este anúncio em sua conferência anual para desenvolvedores (WWDC, na sigla em inglês) em San Francisco.

O iTunes Radio, que será de acesso gratuito em troca de anúncios e estará disponível no outono americano, funcionará em iPhones, iPads, iPods Touch, Macs, PCs e na Apple TV.

O serviço estará integrado com o assistente de voz Siri – para que o usuário possa controlá-lo com palavras -, permitirá a compra direta de canções no iTunes e, segundo a Apple, evoluirá de uma maneira diferente para cada usuário conforme vai conhecendo suas preferências musicais.

Na WWDC, a empresa californiana também mostrou como será a nova versão de seu sistema operacional móvel, o iOS 7.

No visual, a Apple optou pela simplicidade: a interface de usuário tem um design “plano”, parecido com o Windows Phone, novos ícones e uma nova tipografia.

As notificações dos aplicativos foram unificadas e será possível acessá-las com o dispositivo bloqueado. Além disso, todos os ajustes serão administrados em uma mesma tela.

O Siri estará integrado com o buscador Bing da Microsoft, com a Wikipédia e com o Twitter e permitirá que o usuário escolha entre a voz de uma mulher ou de um homem. A companhia de Cupertino quer reforçar seu uso nos automóveis.

A câmera do iOS 7 incluirá filtros e as fotografias poderão ser organizadas em função do local e da data nas quais foram tiradas.

A companhia de Cupertino anunciou hoje também uma nova versão de seu sistema operacional para Mac, chamado OS X Mavericks, que já está disponível para desenvolvedores.

Entre as novidades estão as “Finder Tabs”, que permitem combinar diversas janelas do sistema em apenas uma tela, e visualizar as janelas em tela cheia, e o recurso de “Tags”, uma marcação que acompanha os arquivos, e que permite etiquetar, por exemplo, um documento como “importante” e buscar documentos com esta especificação.

Na inauguração da WWDC, a tecnológica indicou que lançará este ano uma versão mais potente e redesenhada do Mac Pro – que será preto, cilíndrico e fabricado nos Estados Unidos-, e novos modelos do portátil Mac Book Air, com maior autonomia e processadores Intel de quarta geração.

Durante o evento para desenvolvedores, o executivo-chefe da Apple, Tim Cook, comentou que a App Store conta atualmente com 900 mil aplicativos – 375 mil deles para iPad – e registrou 50 bilhões de downloads.

Sem mais artigos