A Apple contratou Paul Deneve, ex-diretor geral da casa de moda francesa Yves Saint Laurent, para dirigir seus “projetos especiais”, mais um passo para tentar se reforçar como marca de alta qualidade e design.

“Estamos encantados de dar as boas-vindas a Paul Deneve à Apple. Trabalhará em projetos especiais como vice-presidente e responderá diretamente a Tim Cook”, o executivo-chefe da companhia, confirmou hoje a porta-voz Kristin Huguet em comunicado.

Deneve, que já trabalhou para a Apple na Europa entre 1990 e 1997 como diretor de vendas e marketing, anunciou na terça-feira que deixava a grife de alta costura para buscar uma nova oportunidade no setor das novas tecnologias em Vale do Silício.

A contratação do belga, de 52 anos e que também fez parte da direção de outras marcas de luxo como Lanvin, foi interpretada por alguns analistas como um sinal do caminho que a Apple quer tomar para se fortalecer como uma marca de alta qualidade e design.

Deneve, que chegou à direção da Yves Saint Laurent em 2011, foi substituído à frente da marca pela italiana Francesca Bellettini, que ocupava um posto na direção da Bottega Veneta.

As ações da Apple fecharam hoje em alta de 0,55% na Nasdaq, onde são cotadas algumas das maiores empresas tecnológicas do mundo, mas desde janeiro acumula uma queda de 20,93%.

Sem mais artigos