Lee Price pinta quadros com tinta a óleo e em grande parte das obras ela usa sua própria figura como modelo. Os autorretratos além de hiperrealistas, (e impressionantes) mostram Lee rodeada de alimentos e os consumindo sem culpa em lugares íntimos de casa.

É que para a norte-americana, a cama, o quarto ou o banheiro seriam os lugares nos quais as mulheres conseguiam comer deliberadamente sem nenhum olhar de reprovação.

É possível ver, inclusive, que a obra “ Emilie (Café da manhã) é única em que a mulher aparece sentada à mesa. Diferente das outras que comem “escondidinho” guloseimas, junk food e outras delícias, nela a personagem se alimenta  controladamente de uma banana fatiada.

Veja alguns trabalhos de Lee em nossa galeria

Sem mais artigos