Que atire a primeira pedra quem nunca ficou sem bateria naquele momento super importante em que precisava usar o smartphone. A medida em que ficamos cada vez mais conectados, passamos mais tempo presos nos cabos USB, esperando que o nosso celular carregue. Para contornar esse problema, cientistas da Universidade Tecnológica de Nanyang, em Cingapura desenvolveram uma superbateria de lítio que em apenas dois minutos, atinge 70% da carga.

E se você já achou isso bom, saiba que não para por aí. A vida útil dessa bateria é a de 10 mil ciclos, o que equivale a aproximadamente 20 anos. Isso é cerca de 20 vezes mais que uma bateria de iPhone comum, que tem vida útil de 500 ciclos.

A maior diferença entre essa nova bateria de lítio e as comuns é a de que seus polos, ao invés de serem feitos de grafite, são criados a partir de dióxido de titânio, que acelera as reações químicas da bateria e, consequentemente, a recarga.

Entretanto, infelizmente, nem tudo são flores. Os cientistas acreditam que o principal uso da bateria será em carros elétricos, o que é bem bacana, mas não custa torcer pra que os smartphones também aproveitem essa novidade!

Sem mais artigos