(crédito:  IN 30 MINUTES Guides via Visualhunt.com / CC BY/Divulgação)

(crédito: IN 30 MINUTES Guides via Visualhunt.com / CC BY/Divulgação)

Achou que eram as crianças? Talvez adolescentes? Errou. De acordo com estudo realizado pela Bain & Company, a faixa etária que mais consomem jogos de celular no Brasil está entre os 30 anos de idade. A pesquisa, nomeada de Generation Hashtag, apontou que 58% das pessoas com 36 anos ou mais joga frequentemente em seus aparelhos, contra 53% de pessoas com idades entre 15 e 25 anos. Entre 26 e 35 anos, o percentual se repete: 53% deles.

“A predominância das pessoas mais velhas nesse mercado só acontece porque os mais jovens frequentemente optam por jogar via console, até por disporem de mais tempo para tanto, uma vez que esse tipo de game ocupa mais tempo, ao passo que as pessoas mais velhas devotam menos tempo a esse tipo de passatempo, preferindo jogos mais curtos em dispositivos portáteis”, afirmou Frederic Declercq, sócio da companhia.

O levantamento foi realizado entre sete mil consumidores de dez países, incluindo Estados Unidos, Rússia, Alemanha, Índia, África do Sul, França, Suécia, Reino Unido, China e Brasil.

Sem mais artigos