A adolescência
é uma fase na qual naturalmente os filhos se afastam um pouco de de seus pais. No
entanto, uma pesquisa realizada pela Brigham Young University, em Utah, nos
EUA, diz que adolescentes que têm seus pais como amigos no Facebook tendem a
ser mais próximos deles na vida real.

“Você
pode fazer muito em redes sociais. Se seu filho publicar uma foto ou um status,
você pode mostrar apoio às coisas que ele faz, curtindo ou fazendo um
comentário legal”, disse a autora do estudo, Dra. Sarah Coyne, em
entrevista ao “Daily Mail”.

A pesquisa
entrevistou 500 famílias e revelou que quanto maior a interação pela internet,
mais fortes eram os laços entre as famílias na vida real.

“As
redes sociais trazem mais oportunidades de mostrar afeição. Além disso, dão aos
pais uma visão mais íntima da vida do seu filho, permitindo saber pelo que eles
estão passando, o que gostam, o que seus amigos acham legal”, concluiu.

Sem mais artigos