O estádio da final da última Copa do Mundo, em Joanesburgo, terá uma marca difícil de apagar no asfalto bem à frente da construção. O espanhol Marc Gené, que é piloto reserva, fritou os pneus nesse sábado (15) bem na frente do palco em que a seleção de seu país ganhou o Mundial de 2010.

E não foi o modelo F14T que Gené pilotou, mas sim o F60, utilizado na temporada 2009, quando Felipe Massa e Kimi Raikkonen dirigiam na escuderia que ainda utilizava motores V8, mudados neste 2014 para os V6 turbo.

“Foi um ótimo dia. É sempre bom trazer um F-1 para tão perto das pessoas, algo que não acontece em um GP. Estou feliz em poder fazer isso para o povo da África do Sul, especialmente os mais jovens. Para mostrá-los o entusiasmo desse tipo de carro, que já um bom tempo não é visto nesse país”, disse o espanhol ao site da Ferrari.

O local da “fritada” fez parte do circuito de rua montado unicamente para o evento, que lançava uma linha de combustíveis de uma marca que é patrocinadora da empresa italiana. Milhares de sul-africanos que prestigiaram a apresentação.

O estádio em questão, o Soccer City, receberá o próximo amistoso da Seleção Brasileira, que pega os Bafana Bafana em amistoso no próximo dia 5 de março.

Sem mais artigos