O piloto espanhol de Fórmula 1, Fernando Alonso, da Ferrari, corre no circuito do Grande Prêmio de Singapura

O piloto espanhol Fernando Alonso, da McLaren, causou a demissão de uma apresentadora de TV italiana por conta de alguns insultos proferidos por ele em seu perfil no Twitter. Funcionária da Sky Itália, Paola Saluzzi usou a rede social para chamar o bicampeão mundial de Fórmula 1 de “imbecil” e “arrogante” no último dia 10 de abril, antevéspera do GP da China, e acabou sendo desligada da empresa por conta das palavras.

“Alonso recuperou a memória e recordou o quanto é arrogante, invejoso e imbecil”, escreveu a apresentadora no Twitter, que depois acabou excluindo a mensagem do seu perfil na rede social.

Ciente do grande confusão que tinha arrumado, Saluzzi pediu desculpas pelo comentário, mas suas palavras não foram suficientes para manter seu cargo na TV italiana. De acordo com os jornais La Repubblica e La Stampa, as ofensas da apresentadora foram consideradas “irresponsáveis” pela Sky Italia, que detém os direitos de transmissão da F-1.

Jornalista italiana é demitida após chamar Fernando Alonso de ‘imbecil e arrogante’

Sem mais artigos