De acordo com a lista divulgada pelo site The Richest, o espanhol Fernando Alonso e o britânico Lewis Hamilton são os dois pilotos com os maiores salários da Fórmula 1 na atualidade. Segundo a publicação, ambos superam o tetracampeão Sebastian Vettel e recebem anualmente cerca de R$ 65 milhões, o que dá R$ 5,4 milhões por mês.

Campeão das últimas quatro temporadas da F-1 pulotando sua Red Bull, Vettel arrecada 52 milhões por ano, o mesmo valor embolsado pelo britânico Jenson Button, o que gera um montante de R$ 4,3 milhões por mês.

Único brasileiro na atual temporada da Fórmula 1, o brasileiro Felipe Massa, que recentemente trocou a Ferrari pela Williams, tem arrecadações previstas em R$ 13 milhões para 2014, pouco mais de R$ 1 milhão/mês.

Mesmo figurando entre os dez mais bem pagos da Fórmula 1, que em 2014 segue com 24 pilotos, Massa teve uma redução de R$ 6,5 milhões em relação a 2013.

Veja quem são os dez pilotos mais bem pagos da Fórmula 1:

1º Fernando Alonso (Ferrari) – R$ 65 milhões por ano.
2º Lewis Hamilton (Mercedes) – R$ 65 milhões por ano.
3º – Sebastian Vettel (Red Bull) – R$ 52 milhões por ano.
4º – Jenson Button (McLaren) – R$ 52 milhões por ano.
5º – Nico Rosberg (Mercedes) – R$ 37,5 milhões por ano.
6º – Kimi Raikkonen (Ferrari) – R$ 32,5 milhões por ano.
7º – Felipe Massa (Williams) – R$ 13 milhões por ano.
8º – Daniel Ricciardo (Red Bull) – R$ 8,1 milhões por ano.
9º – Sergio Pèrez (Force India) – R$ 6,5 milhões por ano.
10º – Romain Grosjean (Lotus) – R$ 4,8 milhões por ano.

Sem mais artigos