Segundo David Strayer, pesquisador da Universidade de Utah, o uso de telefones celulares ao volante faz com que os motoristas andem, em média, 3,2km/h mais lentos do que o normal. Para quem anda de carro uma hora por dia, o tempo gasto a mais chega a 20 horas por ano.

Mesmo no viva-voz, as reações de pessoas ao celular são mais lentas e podem ser comparadas às de pessoas bêbadas. As mudanças de faixa se tornam 20% menos freqüentes e é mais comum ficar atrás de um veículo lento.

O cérebro, sobrecarregado com as duas funções, diminui a velocidade. Com isso, motoristas ao telefone demoram 3% mais para fazer uma rota pré-estabelecida. Um décimo dos motoristas americanos dirige falando pelo celular, por isso a pesquisa é significativa.

Motoristas que falam ao celular são 3% mais lentos

Sem mais artigos