(crédito: dreamcatcher-68 via Visualhunt / CC BY-NC-SA/ Reprodução)

(crédito: dreamcatcher-68 via Visualhunt / CC BY-NC-SA/ Reprodução)

A segurança do espaço aéreo em função da popularização dos drones tem sido cada vez mais debatida. Muitas empresas já procuram soluções para derrubar os aparelhos em função de situações como esta que aconteceu no aeroporto Charles de Gaulle, na França, no mês passado.

De acordo com a BEA, agência francesa de investigação de aviação, o caso ocorreu em 19 de fevereiro, quando um Airbus A320 da Air France se aproximava sob comando do piloto automático.  O co-piloto notou que um drone voava na rota da aeronave, então tirou o Airbus do modo automático e o desviou,  deixando o drone apenas a 5 metros da asa esquerda.

Caso tivesse atingindo uma das turbinas, o drone poderia causar danos desastrosos para o avião, que carrega até 220 passageiros.

Todos os aeroportos possuem zonas de voo restritas ao seu redor, mas drones, por serem tão pequenos, passam sem serem detectados nos radares.

Sem mais artigos