(crédito: Divulgação)

(crédito: Divulgação)

Big Brother da vida real? Mais ou menos. Os documentos de política de privacidade da Samsung têm uma cláusula específica para os donos das Smart TVs: “Estejam cientes de que tudo o que é dito, incluindo informações privadas, estão entre dados capturados e transmitidos para terceiros”. Em resumo, os aparelhos que possuem a funcionalidade de comando de voz estão captando conversas e usando esses dados. A fabricante aponta que tudo isto tem sido enviado para uma empresa chamada Nuance Communications.

Depois do assunto surgir nas redes sociais, inclusive comparado os termos com trechos do livro 1984, de George Orwell, a Samsung soltou um comunicado. “Se um consumidor permitir que a funcionalidade de reconhecimento de voz funcione, estes dados serão enviados para outra empresa. Neste ponto, essa gravações serão enviadas para um servidor que buscará o conteúdo buscado na TV”, explicou.

A empresa finalizou dizendo que não guarda ou vende essas informações.

Sem mais artigos