twitterrepre

Dias depois de uma boa quantidade de contas do Twitter serem hackeadas – incluindo de músicos como Katy Perry e Drake, ou do co-fundador do Twitter Evan Williams – quase 33 milhões de nomes de usuários e senhas estão sendo vendidas online, na dark web.

De acordo com o LeakedSource, um site especializado no assunto, as 32,880,300 senhas dos usuários são vendidads por uma pessoa que se identifica como Tessa88. O preço que esse usuário estaria pedindo por todo o lote é  10 bitcoins, algo em torno de US$ 5,8 mil.

Cada registro consiste em um ou dois endereços de e-mail, nome de usuário e senha, mas o que é mais estranho sobre esse vazamento é que as senhas não são criptografadas. Isso é uma má notícia para os usuários cujas credenciais estão disponíveis online, mas também indica que eles não foram obtidas por terem hackeado o Twitter.

“A explicação para isso é que milhões de pessoas foram infectadas por um malware e esse malware enviou todos os nomes de usuários e senhas de browsers como o Chrome e o Firefox diretamente para os hackers de todos os sites acessados, incluindo o Twitter”, escreveu o Leakedsource.

 

 

Twitter: 33 milhões de senhas são vendidas na dark web

Sem mais artigos