Depois de fazer gestos obscenos para a torcida e se ausentar dos treinamentos do Palmeiras, o meia Diego Souza – que não deve seguir no clube -, enfim, resolveu se pronunciar sobre o assunto.

O ocorrido já completa duas semanas (no Palestra Itália, diante do Atlético-GO, na 1ª partida das quartas-de-final da Copa do Brasil), mas só agora o atleta acionou sua assessoria de imprensa para prestar esclarecimentos para os torcedores alviverdes.

Na nota oficial divulgada, Diego Souza nega que não tenha se comprometido com o Verdão, e faz um balanço positivo de sua passagem pelo clube paulista, onde conquistou, somente, o Paulistão de 2008.

“Desde minha chegada ao Palmeiras, me entreguei de corpo de alma aos projetos e objetivos do clube. Tenho a sensação do dever cumprido, tanto no que diz respeito a meu rendimento individual quanto coletivo”, afirmou.

Sem aparecer na Academia de futebol há dias, o jogador disse que não tomou essa atitude por rebeldia, mas sim, seguindo orientações da cartolagem do clube.

“Em nenhum momento abandonei alguma atividade ou me neguei a participar de qualquer evento relacionado à Sociedade Esportiva Palmeiras, seja jogo, treino ou tratamento. Sempre que me ausentei foi por instrução ou licenciado pelo clube”, explicou.

Após xingar a torcida e faltar aos treinos do Verdão, Diego Souza resolve se pronunciar

Sem mais artigos