Com uma ascensão incrível desde outubro do ano passado, o meia Ronaldinho Gaúcho, do Milan, deve estar tirando o sono do técnico Dunga. Bem mais magro, focado, driblando como antes e jogando o futebol alegre de sempre, o camisa 80 do Milan quer dar a volta por cima.

O VirgulaEsporte, no embalo da evolução do gaúcho, lista cinco atletas que, assim como Ronaldinho, também surpreenderam. Estavam desacreditados, mas passaram a ser, novamente, chamados de craques.

Adriano

Artilheiro do Campeonato Brasileiro, ao lado de Diego Tardelli, com 19 gols marcados, além de ser um dos principais jogadores do Flamengo na campanha do hexa, o atacante Adriano conseguiu dar a volta por cima em sua carreira em 2009. Após os problemas constantes na Itália e a cogitação de abandonar o esporte, o jogador superou todos os problemas e voltou a ser convocado pelo técnico Dunga para defender a seleção.

Petkovic

Assim como o companheiro Adriano, o sérvio Petkovic é outro que superou problemas e desconfianças para, aos 37 anos, ser campeão brasileiro pelo Flamengo e dar a volta por cima no futebol. Depois de passagens desacreditadas por Santos e Atlético-MG, o meia, tido por muitos como um ex-jogador em atividade, superou as expectativas e deixou um recado para os críticos de seu futebol. “Sou velho na idade, mas o meu espírito é jovem”.

Diego Tardelli

Mesmo sem ter conquistado o título de Campeão Brasileiro de 2009, o atacante Diego Tardelli, do Atlético-MG, usou o ano passado para dar a volta por cima. Tido como eterna promessa do São Paulo, o jogador não foi muito bem em suas passagens por São Caetano, PSV e Real Bétis. Mas no Galo a história foi outra e Tardelli, com 39 gols na temporada, tornou-se o maior artilheiro do Brasil no ano passado.

Lúcio

De desempregado a herói da Copa das Confederações, o zagueiro Lúcio, que se transferiu para a Inter de Milão após o pouco caso da diretoria do Bayern de Munique, é outro brasileiro que deu a volta por cima. Autor do gol do título da seleção, o defensor, que há muito tempo é titular do time de Dunga, é um dos  melhores jogadores de sua posição na atualidade.

Ronaldo

Acostumado a sempre dar a volta por cima, o atacante Ronaldo mostrou novamente o motivo de o seu apelido ser “Fenômeno” em 2009. Após se recuperar de outra lesão no joelho e de brigar contra seu peso, o camisa nove acertou com o Corinthians e foi o principal responsável pelos títulos da Copa do Brasil e do Paulistão.

Sem mais artigos