A Inter de Milão venceu hoje o CSKA Moscou por 1 a 0, repetindo o placar do jogo de ida pelas quartas-de-final da Liga dos Campeões, e se  classificou às semifinais da competição europeia pela primeira vez em sete anos.

A equipe italiana aguarda agora o vencedor do confronto entre Bracelona e Arsenal para saber quem enfrentará na luta por uma vaga na final. O gol da vitória do duelo realizado nesta terça-feira no estádio Luzhniki, em Moscou, foi marcado pelo meia holandês Wesley Sneijder, de falta, aos seis minutos da etapa inicial.

O jogador, que tinha presença incerta na partida devido a uma lesão no tornozelo, cobrou forte e a bola passou pelo meio da barreira, surpreendendo o goleiro Akinfeev.

Até então, o CSKA é que vinha tomando mais iniciativa no ataque, e o japonês Honda assustou o goleiro Júlio César em chute no primeiro minuto. A equipe russa precisava vencer por dois gols de diferença para se classificar, e após o gol sofrido em casa tentou pressionar ainda mais a Inter, que se reforçou na defesa para segurar o resultado favorável.

Na melhor ocasião do time da casa na etapa inicial, aos 23 minutos, Necid recebeu passe próximo à grande área e disparou rente à trave de Júlio César. Honda também arriscou chutes de longe, mas nenhum deles levou perigo.

 

O placar não mais se alterou até o intervalo, e no segundo tempo o time italiano ficou com um homem a mais em campo, devido à expulsão do nigeriano Odiah após falta dura em Samuel Eto’o.

Em lance dentro da área, o chileno Mark González teve boa oportunidade para marcar, mas Júlio César fez boa defesa. Além do goleiro, estiveram em campo os brasileiros Maicon e Lúcio, pela Inter, e Guilherme, ex-Cruzeiro, pelo CSKA.

Inter de Milão vence CSKA novamente e se classifica na UCL

Sem mais artigos