O evento mais esperado no mundo do futebol está a 300 dias de começar. Com a data se aproximando, algumas seleções já aguardam ansiosos para a disputa da Copa do Mundo da África do Sul. Em contrapartida, outros países sofrem muito e veem riscos em suas chances de ir ao Mundial.

Europa

Na Europa, a situação mais difícil entre os grandes é de Portugal. Os lusos estão com sete pontos a menos que Dinamarca, líder do grupo 1, mas o país de Cristiano Ronaldo ainda pode alcançar a segunda posição indo para repescagem. Porém, mesmo assim, a equipe terá de tirar quatro pontos em relação a Hungria e superar a igualdade com a Suécia, tradicional no futebol e com um forte ataque comandado por Ibrahimovic.

Outra que sofre é a França. Finalista na última Copa do Mundo, estão com cinco pontos a menos que a líder Sérvia, mas um jogo a menos. No entanto, os franceses permanecem na segunda posição garantindo na pior das hipóteses uma vaga na repescagem se mantiver o ritmo.

Espanha, Inglaterra e Alemanha vão bem sem seus grupos. Garantir uma vaga na Copa do Mundo parece questão de tempo. As duas primeiras estão invictas e a terceira tem quatro pontos de vantagem por segundo colocado. Na Itália, a liderança com um ponto de vantagem e um jogo a menos também deixam os italianos tranquilos. Quem está em boa situação mesmo é Holanda que está com a vaga carimbada no grupo 9.

América do Sul

Após um bom desempenho no começo, o Paraguai está com uma vaga quase garantida na Copa do Mundo, mas já é terceiro nas eliminatórias. O mesmo se diz em relação ao líder Brasil que chegou a sofrer, mas cresceu e agora está quase com o pé na África do Sul, dependendo apenas de uma vitória ante a Argentina para chegar na competição.

Em segundo, com um ponto a menos, o Chile depende apenas de duas vitórias para carimbar seu passaporte para o continente africano. A última vaga e a repescagem será uma briga dura entre Argentina, Equador, Uruguai, Colômbia e Venezuela. Os hermanos são os mais prováveis a ficar com a vaga, com os outros disputando a repescagem.

América do Norte

Favorito disparado em todas as bolsas de apostas, o México está em uma situação de alerta. A seleção está em quarto, um ponto a menos que os Estados Unidos e Honduras e a três da líder Costa Rica, sendo que apenas três se classificam. O quarto disputará vaga na repescagem com o país sul-americano.

Ásia

No continente asiático tudo está resolvido. Coreia do Sul, Coreia do Norte, Japão e Austrália garantiram sua ida para a Copa do Mundo da África. Bahrein e Arábia Saudita disputam repescagem para enfrentar a Nova Zelândia em busca da última vaga.

África

Os únicos africano garantido no Mundial são a sede África do Sul. Gana, Argélia e Costa do Marfim estão em situações confortáveis em seus grupos. Enquanto Gabão e Tunísia lideram suas chaves, mas com pouca vantagem para os demais países.

Leia também:

300 dias: Africanos lutam para não ficar de fora da primeira festa no continente

300 dias: Na América do Sul, Brasil, Chile e Paraguai estão numa boa

300 dias: Na Concacaf, se bobear México pode ficar de fora

300 dias: Na Ásia, tudo resolvido

300 dias: Europeus em guerra! Holanda só assiste de camarote

Contagem regressiva para o Mundial! Faltam 300 dias!

Sem mais artigos