Uma espécie de peixe do Mar Mediterrâneo, o sarpa salpa, provoca uma viagem alucinógena equivalente ao LSD, segundo relatos de quem o consumiu.

O problema do sarpa salpa não está na sua carne, e sim na cabeça. Essa é a parte que causa alucinações. Outros peixes que se alimentam de plâncton, que contém uma pequena quantidade de veneno, também poderiam resultar no mesmo efeito.

Em 2006, dois franceses, um com mais de 90 anos, foram parar no hospital devido a fortes alucinações provocadas pela ingestão da cabeça do peixe.

Esta semana, o sarpa salpa foi encontrado na costa da Grã-Bretanha pela primeira vez. O fato de um peixe de águas mais quentes ter ido parar em mares tradicionalmente mais frios, fez os cientistas suspeitarem de um movimento migratório causado pelo aquecimento global.

O pescador inglês que encontrou o peixe fez graça com sua desocberta. “Agora que eu descobri os efeitos que ele pode causar, acho que deveria ter tentado vendê-lo para uns clubbers”, disse ele à BBC.

Sem mais artigos