Os advogados de Marcos Valério negociam com o Ministério Público Federal um possível acordo para delação premiada. Se o empresário mineiro apresentar novas provas que comprometam alguns dos outros 38 acusados no escândalo do mensalão, poderá ter sua pena reduzida de um a dois terços, além de receber proteção a sua integridade física, em acordo com a lei n.º 9.807/99.

A negociação foi revelada pelo jornal Folha de S. Paulo, mas não é confirmada por nenhuma das partes. Ainda de acordo com a Folha, as negociações já estariam em sua fase final. A decisão, no entanto, dependeria de uma aprovação dos ministros do Superior Tribunal Federal.

Marcos Valério já tentou o mesmo benefício em 2005, quando prestou depoimento espontâneo na Procuradoria Geral da República. Na época, no entanto, a delação premiada não foi aplicada por decisão do procurador-geral Antonio Fernando Souza, que alegou que aquele não seria “o momento oportuno”.

Baixa Hits. A mais completa loja de Música digital da Internet está a um clique daqui!

Advogados de Marcos Valério negociam delação premiada

Sem mais artigos