A
Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) aprovou nesta sexta-feira (27) uma moção condenando o Irã por
construir uma instalação para enriquecimento de urânio.
O órgão exige que o país paralise imediatamente
o projeto. As informações são da BBC Brasil.

Em
setembro, foi divulgado que, além da previamente conhecida
instalação de enriquecimento de urânio em Natanz,
o Irã também mantém uma segunda instalação
do gênero perto da cidade de Qom.

A
revelação aumentou ainda mais o temor de países
ocidentais – em particular dos Estados Unidos – de que o Irã
esteja usando seu programa nuclear para fabricar armas nucleares. O
líder Mahmud Ahmadinejad nega as alegações e
afirma que seu programa nuclear tem fins pacíficos.

Esta
é a primeira resolução contra o Irã em
quase quatro anos e foi aprovada por 25 votos a três, com seis
abstenções mas com o apoio da China e da Rússia
– indicando que os dois países poderão ser favoráveis
à aprovação de novas sanções
contra o Irã pelo Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU).<!– .replace('

‘,”).replace(‘

‘,”) –>

Agência internacional censura Irã por instalação nuclear "secreta"

Sem mais artigos