Geraldo Alckmin (PSDB) é o nome mais forte em uma eventual disputa pelo governo de São Paulo. De acordo com uma pesquisa do Datafolha, o tucano lidera com 46% das intenções de voto contra 12% de Ciro Gomes (PSB), possível candidato em 2010. Em um eventual disputa contra Marta Suplicy (PT), Alckmin fica com 43% e a ex-prefeita de São Paulo chega a 16%.

Segundo o diretor-geral do Datafolha, Mauro Paulino, Ciro Gomes tem um percentual considerável como ponto de partida, apesar de ainda não ameaçar Alckmin. “Não é um percentual desprezível”, declarou Paulino ao jornal Folha de S. Paulo.

O quadro para a eleição ao governo de São Paulo ainda está indefinido. Alckmin luta pela indicação do governo com nomes com desempenho mais fraco nas pesquisas, entre eles o de Gilberto Kassab, atual prefeito de São Paulo, que tem força nos bastidores.

Já Ciro é o candidato preferido do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mas o próprio deputado federal pelo Ceará ainda tenta se viabilizar para a disputa à Presidência. Além disso, parte do PT paulista resiste a essa ideia, especialmente a ala ligada a Marta.

O resultado de Ciro no Estado é mais fraco do que no plano nacional, onde ele tem de 14% a 23% das intenções de voto.

Quando Alckmin sai da disputa

Sem Alckmin na disputa, tanto Marta quanto Ciro sobem. A petista tem 22% quando o candidato governista é o prefeito Kassab, que fica com 20% (num empate técnico, já que a margem de erro é de dois ponto percentuais).

Sem Alckmin e sem Marta, Kassab lidera com 22% e Ciro ficaria com 18% (em outro empate técnico).

Alckmin lidera com folga projeções eleitorais em SP

Sem mais artigos