Ao acertar uma “jogada perfeita” de beisebol, Wade McGilberry, de 24 anos, ganhou 1 milhão de dólares. Mas isso não foi feito com taco, bolas e bonés fechados. Foi de madrugada, depois do trabalho, com um controle de Xbox 360.

A empresa de games 2K Sports vai pagar o prêmio milionário para o jovem de Semmes, Alabama. No primeiro dia da promoção, Wade conseguiu alcançar o objetivo do jogo: Uma “jogada perfeita” no Major League Baseball 2K10.

Na vida real, uma “jogada perfeita” só aconteceu 18 vezes em mais de 100 anos do esporte. Arremessar a bola sem permitir que o rebatedor do outro time consiga pontuar, correr, ou chegar à primeira base. Tarefa árdua que deveria ser completada no Xbox 360 ou no PS3.

A competição deveria ficar no ar por dois meses, mas a missão foi cumprida nas primeiras 24 horas. Wade chegou em casa do trabalho, colocou a câmera do computador para filmar as tentativas, e ativou o Xbox 360 Live, tudo parte do regulamento da 2K.

Cena do jogo Major League Baseball® 2K10. Jogada perfeita com arremessador valia US$ 1 milhão (Divulgação/2K Sports)

Cena do jogo Major League Baseball® 2K10. Jogada perfeita com arremessador valia US$ 1 milhão (Divulgação/2K Sports)

Muita gente achava que era uma tarefa impossível. Nenhum dos desenvolvedores havia conseguido, até Wade duvidava. Na sexta tentativa, 90 minutos depois de começar a jogar, o “jogo perfeito” saiu. Nenhum rebatedor chegou à primeira casa, nem pontuou, nem correu.

Wade até tremia ao enviar o vídeo. Ligou para sua mulher e disse: “Amor, não preciso mais jogar”. Desde então ele não acertou mais nenhum jogo perfeito. “Não cheguei nem perto”, disse.

Quem parece ter perdido com essa brincadeira foi a 2K. A seguradora não conseguiu calcular as chances de alguém atingir o “jogo perfeito”, então a desenvolvedora de games vai ter que pagar do próprio bolso. Mas eles não ficaram abalados com isso. Como disse Jason Argent, vice-diretor da 2k: “Estamos muito felizes de dar esse dinheiro. Foi algo inovador que sempre sonhamos fazer, e conseguimos fazer um bom barulho no mercado”. Ele não quis falar em números, mas garantiu que rolou uma guinada na venda do game.

A campanha de divulgação funcionou tão bem que o próprio vencedor só comprou o jogo por causa do concurso. “Na verdade foi minha mulher que me disse para tentar”, contou Wade à CBS. “O jogo é fantástico, independente do prêmio, fiquei feliz em comprá-lo. Claro que ter ganhado fez com que o investimento tenha valido muito a pena”.

Agora até jogar vídeo-game pode dar dinheiro!

Americano ganha US$ 1 millhão com vídeo-game de beisebol

Sem mais artigos